close

PULP 19, um bálsamo para o outono de 2020

Já a temos connosco. A pausa que esperamos todos os outonos, e neste outono mais do que nunca, já está nas nossas mesas. O número 19 da nossa admirada revista PULP chega como um bálsamo em tempo estranhos.

A principal protagonista deste número trimestral é, acima de tudo, a nossa Paper Box, a mais completa coleção de papéis Fedrigoni, composta por três volumes (papéis brancos naturais, papéis de cor naturais e papéis estucados): uma ferramenta única para escolher o papel adequado, entre uma ampla gama de mais de 700 opções.

Por trás das minimalistas e, simultaneamente, maximalistas linhas da Paper Box estãoos designers Paul Neale, Andy Stevens e Huw Morgan da agência londrina Graphic Thought Facility (GTF). A tarefa de idealizar um produto único ao alcance de qualquer pessoa que tome decisões sobre o papel, independentemente do lugar do mundo em que se encontre, levou-os a apresentar uma proposta em jeito de livro, concebido como “algo que se valoriza e guarda e não como um mero e efémero produto de marketing”.

O resultado é um design sóbrio, simples e elegante, totalmente produzido com papéis Fedrigoni, mais concretamente com duas cartolinas de Sirio Black 700 g revestidas com Imitlin Nero Fiandra 125 g para a caixa exterior e capas em Sirio Black 290 g revestidas com Imitlin Nero Fiandra para os seus três volumes interiores. Não perca a entrevista à GTF no sítio web da nossa revista PULP.

Além disso, a PULP 19 aborda a sustentabilidade, esse estimado conceito que deixou de ser uma tendência para se tornar numa necessidade também no mundo do fabrico de papel. “El papel y el planeta”, a nova série da PULP sobre a sustentabilidade inclui uma entrevista com Chiara Medioli, diretora de Sustentabilidade, Comunicação e Branding da Fedrigoni, na qual descreve o desafio que a empresa enfrenta há anos para abranger e dar resposta às questões ambientais no momento de recomendar, especificar e utilizar papéis.

As páginas da PULP enchem-se também com o impressionante mundo que surgiu em torno da pandemia da COVID-19. Movidos pela força do “Stay home” (“Fique em casa”), 19 designers de todo o mundo propuseram-se realizar cartazes para apoiar os profissionais de saúde durante a pandemia.

A reportagem “La importancia del mensaje” inclui trabalhos como os de Sarah Boris, Mario Eskenazi, Alan Kitching e Morag Myerscough, realizados no âmbito da campanha “19 Artists vs COVID-19” lançada pela equipa da Fedrigoni no Reino Unido, com a colaboração da gráfica PUSH London e com o designer gráfico espanhol Álvaro López como curador.

A verba angariada com a venda dos cartazes destina-se à NHS Charities Together, que representa mais de 230 organizações de beneficência que apoiam o pessoal e os voluntários do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido.

“Viviendo a través de los números” é outra das reportagens deste número, com redação de Elizabeth Glickfeld, que nos fala da beleza dos calendários e da forma como refletem a passagem do tempo.

Inclui ainda uma série de estudos de caso, redigida pela mão da nossa querida e recentemente falecida Sarah Snaith, que mostra o trabalho de Guido Scarabottolo, Alice Murray, Lauren Priestley e Andrea Basile.

A nossa revista PULP é impressa em Itália com papéis da Fedrigoni e está disponível em três versões: italiano/inglês, francês/espanhol e alemão/inglês. A revista é editada pela equipa da revista Eye Magazine, com sede em Londres.

Designers, ilustradores, editores e artistas internacionais que queiram apresentar na Pulp qualquer projeto interessante produzido com papéis Fedrigoni têm as portas da nossa publicação abertas. Para esse efeito poderá contactar com o seu editor, John Walters, em  pulp@eyemagazine.com.

Encontre aqui a antevisão do conteúdo da PULP 19. Excelente leitura!

prev next