close

A capa negra que abraça a Fotografia Contemporânea Portuguesa.

Quando a Imprensa Nacional – Casa da Moeda decide lançar uma coleção sobre os grandes nomes da fotografia portuguesa contemporânea, apenas nos resta aplaudir de pé a iniciativa.

Deixar um legado escrito e gráfico da imagética de um país, vista pela lente dos nossos ilustres fotógrafos é um serviço público e é isso mesmo que faz esta coleção, intitulada Série Ph, cujo primeiro volume é inteiramente dedicado a Jorge Molder.

Para ajudar na intensidade cénica do conteúdo que transporta, a capa deste livro é totalmente preta, apenas com um pequeno cortante que cai sobre um fundo vermelho, remetendo-nos para o imaginário da fotografia, para o obturador da câmera que se abre e fecha num segundo, registando corpos, luzes, sombras e história.


O design ficou a cargo do atelier Nada, já o papel é o sírio ultra black de 185 grs da Fedrigoni.

Vamos esperando (ansiosamente) pelos próximos volumes, sendo que a coleção será composta por 14.
Quem será o próximo autor?

prev next