Fedrigoni Club

Informações

Este artigo foi escrito o 21 Nov 2016, e está arquivado em Feito com papel.

Pós atual é marcado

, , , , , ,

Cores Infinitas

Quando se pensa em esculpir uma peça o mais provável é que o material que nos vem à mente para o fazer seja a pedra, o mármore ou até mesmo o ferro. O papel não é de todo o material com que se pense fazer uma construção sólida e imponente – mas é possível.
Basta ver o trabalho feito por Jen Stark para ficarmos estupefactos com as inúmeras possibilidades que o papel tem para nos dar.

js_fedrigoniclub_pt_cosmographic_01

O trabalho desta artista plástica não impressiona só pela estranheza do material utilizado como pela vibrante paleta cromática que utiliza.

js_fedrigoniclub_pt_cosmographic_02

O processo é simples e começou de uma forma quase errática aquando de uma estadia de Jen em França em que a artista viajou apenas com duas malas e estava hospedada num quarto bastante pequeno. Decidiu ir até à papelaria mais próxima e comprou o material mais barato e com o qual pudesse trabalhar nestas condições – restrição de espaço e escassez de meios – decidiu comprar cartolinas coloridas e começar a fazer experiências.

js_fedrigoniclub_pt_cosmicshift-02 js_fedrigoniclub_pt_cosmicshift-01

Começou a recortar com um x-ato e a moldar o papel inspirada em formas orgânicas e de geometria abstrata e o resultado é surreal. Esculturas caleidoscópios que hipnotizam tanto pela cor como pela forma espacial como podemos ver no vídeo.

Esculturas sólidas, tridimensionais com propriedades espaciais surpreendentes.

js_fedrigoniclub_pt_micros_01

Mais informação sobre Jen Stark no site, Twitter e Facebook.

Deixe uma resposta