close

Escolher um livro pela capa?

A Feira do Livro já está aqui e mais um ano nos saltam à vista títulos e imagens que pedem lugar nas nossas prateleiras de casa.

Ao mesmo tempo que a discussão sobre o e-book e a morte do livro impresso está na ordem do dia, em Portugal nascem cada vez mais pequenas editoras que apostam na excelência dos materiais e num design pensado e cuidado.

Ou pela genuína paixão pelo projecto editorial, ou pela necessidade de destacar nas livrarias, além do critério da escolha dos títulos publicados, uma grande estratégia é apostar na imagem e na qualidade da produção do objecto.

O design editorial em Portugal não fica atrás do panorama internacional e mencionamos aqui dois dos referentes nacionais incontornáveis: as edições Tinta-da-China e Pato Lógico.

 

 

Não se pode negar o impacto que a Tinta-da-China teve nas nossas livrarias. O design de cada peça em particular aliada ao design da colecção, conferiu-lhe um prestígio e identidade inconfundíveis. Mas não se limita à imagem: os acabamentos, uma boa capa dura, bom papel, uma embalagem luxuosa dão aos livros uma dignidade especial.

“O Pato Lógico é um animal editorial”. Depois de várias edições e bastantes distinções — Mar, com texto de Ricardo Henriques e ilustrações de André Letria, ganhou recentemente o Prémio de Edição Ler/Booktailors para Melhor Design de Obra infanto-juvenil e Sombras de Marta Monteiro foi distinguido com o prémio de Excelência da revista Communication Arts na categoria de livro. —, o Pato Lógico criou uma colecção de “autores de imagens” para miúdos ou graúdos. Marta Monteiro e André da Loba são alguns dos ilustradores convidados.

 

 

Também esta editora não descura as suas páginas, e formaliza cada livro com extrema dedicação pela imagem, tipografia e materiais que os compõem, em coleções nas quais a ilustração assume o protagonismo. Para além da produção em si, também têm um serviço educativo e uma equipa dedicada a organizar exposições e actividades ligadas à ilustração e ao processo de fazer livros.

Os amantes do papel não ficam indiferentes a tais produções e por isso sugerimos-lhe navegar nos catálogos da Tinta-da-China ou Pato Lógico.

 

prev next